Por que é importante ensinar linguagem científica

A linguagem científica tem particularidades específicas e merece uma particular atenção pois interfere na compreensão de conceitos científicos.

Linguagem e Ciência estão intimamente ligadas.

A linguagem científica desenvolve o pensamento científico e com a complexificação deste desenvolve-se essa mesma linguagem científica.

O domínio da linguagem pelo aluno transforma-se, assim, num valioso instrumento de desenvolvimento dos processos cognitivos.

E, principalmente, orienta a construção do próprio conhecimento.

A linguagem é essencial para clarificar, inferir, comparar, testar, observar, prever, diferenciar, etc.

É, também, uma forma de adquirir uma educação científica pela compreensão do mundo da Ciência.

E da comunicação existente nesse mesmo mundo.

As particularidades da linguagem científica

A linguagem da Ciência tem a sua própria estrutura, regras e exceções.

Muitas das dificuldades com a linguagem científica na escola advêm desta ser, usualmente, oposta aos da linguagem vulgar.

Este tipo de linguagem usa uma terminologia.

Possui uma estrutura semântica e gramatical própria.

E também um significado conceitual diferenciado da linguagem vulgar o que a afasta do uso coloquial.

A linguagem usada pelos professores e pelos manuais escolares faz, frequentemente, da aprendizagem científica uma experiência incompreensível para os alunos.

linguagem científica

Se é uma linguagem difícil por que ensinar?

Para compreender a Ciência é necessário conhecimento da linguagem científica.

Não só no que diz respeito ao seu vocabulário, mas também ao seu processo de pensamento.

Conhecer e usar a linguagem científica ajuda a compreender os conceitos científicos essenciais na sociedade em que vivemos.

Ou seja, a compreensão da linguagem científica contribui para a alfabetização científica.

Que é fundamental para a participação ativa e crítica de cada cidadão no atual mundo científico e tecnológico.

Ser alfabetizado cientificamente é saber ler a linguagem em que está escrita a natureza.

Isso porque a ciência é uma linguagem construída pelas pessoas para explicar o nosso mundo natural.

E, dessa forma, entender a ciência nos facilita, também, contribuir para controlar e prever as transformações que ocorrem na natureza.

Assim, teremos condições de fazer com que essas transformações sejam propostas, para que conduzam a uma melhor qualidade de vida.

A ciência é um modo particular de pensar e interpretar o mundo.

E por isso, para aprender ciência é necessário ser introduzido na linguagem da comunidade científica.

A função dos professores no ensino da linguagem científica

A função dos professores no que diz respeito à linguagem é ajudar os alunos na aprendizagem dos conceitos e modelos científicos.

Bem como na aquisição da competência linguística cientifica através de saber ler, escrever e interpretar a ciência.

Para isso, a  atuação do professor deve partir de práticas e atividades que mediam o processo de apropriação da linguagem científica em sala de aula.

Ou seja, é preciso dar mais oportunidades para que os estudantes possam falar e escrever sobre questões científicas.

Bem como reservar mais tempo para a elaboração de relatórios e discussão em grupos a respeito da temática científica que está em cena.

Aprender a falar e pensar cientificamente demanda tempo e prática.

Quanto mais oportunidades forem oferecidas aos alunos para desenvolverem a linguagem e o pensamento científico menos dificuldades estes encontrarão.

By | 2018-04-04T21:16:27+00:00 13.04.18|0 Comentários

Sobre o Autor:

Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais, Mestre em Ciências (ênfase Ensino de Biologia) pela Universidade de São Paulo. Trabalha com biologia geral, com ênfase em estratégicas didáticas e linguagem.

Deixar Um Comentário